Início Gerais Justiça amplia para R$ 18,5 milhões bloqueio de bens de suspeitos de...

Justiça amplia para R$ 18,5 milhões bloqueio de bens de suspeitos de financiarem atos golpistas

Foto: Adriano Machado/O Antagonista

O juiz Francisco Alexandre Ribeiro, da 8ª Vara Federal de Brasília, ampliou para R$ 18,5 milhões o bloqueio de bens de pessoas e empresas que supostamente financiaram atos golpistas na Esplanada dos Ministérios, no dia 8 de janeiro, em Brasília.

A decisão foi tomada na noite desta sexta-feira (20) e atende a um pedido feito pela Advocacia-Geral da União (AGU).

No dia 12 de janeiro, o juiz federal Francisco Ribeiro já havia determinado o bloqueio de R$ 6,5 milhões em bens dos supostos financiadores dos atos golpistas.

A ampliação do valor decorre de novos levantamentos de danos causados pelos golpistas nos prédios do Palácio do Planalto, do Supremo Tribunal Federal (STF) e do Congresso Nacional.

Segundo a AGU, levantamentos nas dependências dos prédios verificaram prejuízos de, pelo menos:

  • R$ 7,9 milhões no Palácio do Planalto;
  • R$ 5,9 milhões no STF.
  • R$ 3,5 milhões no Senado
  • R$ 1,1 milhão na Câmara dos Deputados;

A quantia de R$ 18,5 milhões bloqueada seria usada para ressarcir o poder público pelos danos causados às sedes dos Três Poderes da República.

Cerca de 50 pessoas e sete empresas devem ser atingidas pela decisão da Justiça Federal em Brasília.

G1

Deixe seu comentário
Print Friendly, PDF & Email
Comente e compartilhe!