Início Ali Babá e os 40 babões

Ali Babá e os 40 babões

Quando eu era pobre conhecia todos os meus primos, sabia o nome de todos eles, mas depois que eu acertei na loteria e ganhei 20 milhões, minha família aumentou pra caramba: tudo quanto é primo segundo, primo terceiro, primo quarto, gente que eu nunca ouvi nem falar, chegou lá em casa me abraçando.

Até o primo do primo do primo do primo do meu primo chegou lá em casa se dizendo ser primo meu também. Meu primo Ariosvaldo, que todo ano dizia que vinha nos visitar, e nunca vinha; dessa vez, veio. E veio se lamentando de dificuldades financeiras.

O pior de tudo é que eu agora tenho muitos babões. Eu quero sentar e alguém puxa uma cadeira para mim, como se eu não tivesse mãos para fazê-lo.

Outro dia eu reclamei que o calor estava demais e um babão  imediatamente se transformou em ventilador. Nunca tinha visto um homem se transformar em ventilador, mas aconteceu: eu vi com meus próprios olhos.

Num passe de mágica o babão começou a girar, ligou a tomada e, surpresa: virou um ventilador.

Ontem, sem querer, eu arrotei na mesa, na hora do almoço, e antes de me desculpar pela má educação, um babão disse: “Gente, fui eu que arrotei, desculpe a falta de etiqueta”. Eu fiquei sem acreditar: o babão assumiu o meu arroto.

Estou percebendo que está existindo uma grande concorrência entre os babões para ver quem me baba mais. É um campeonato de “babança”.

Eu acho que se permitir ser babado é tão feio quanto babar, por isso já decidi o que vou fazer: vou demitir todos os babões, porque não aguento mais gente dizendo que eu sou lindo, quando o espelho, que não mente, diz justamente o contrário.

 

Wandecy Medeiros – wandecymedeiros@gmail.com

 

 

Print Friendly, PDF & Email
Deixe seu comentário!