Início Relação de atividade física e dieta com o câncer

Relação de atividade física e dieta com o câncer

Está provado e comprovado cientificamente, através de estudos, que o consumo indiscriminado e frequente de refrigerantes é nocivo à saúde de todos nós, ou seja, o uso regular desse tipo de bebida foi associado à obesidade (pessoa obesa/gorda/além do peso ideal), à síndrome metabólica (gordura epicárdica, ou seja, na parede do ventrículo esquerdo e doença das artérias coronárias) e ao diabetes tipo 2.

O consumo de refrigerantes em excesso, favorece (segundo estudos repetidos de grande porte) à hipertensão, à doença coronariana, ao acidente vascular cerebral (AVC) e às alterações lipídicas, ou seja a um aumento da gordura no sangue).

Para que tenhamos uma ideia, um copo de refrigerante (aproximadamente 220 ml) já possui a quantidade máxima de açúcar recomendada pelo guia prático da Organização Mundial de Saúde (OMS) que é de 25 a 50 gramas de açúcar/dia. Mais do que isso por dia, é prejudicial ao nosso organismo.

Podem perguntar ainda: Quando substituímos o Refrigerante Adoçado com Açúcar pelo Refrigerante Adoçado Artificialmente ou Refrigerante Dietético, é uma prática saudável? As Associações Americanas do Coração e Diabetes nos dizem para ter cautela nessa substituição! Estudos indicam que existe relação entre o consumo de Refrigerante Dietético e o aumento do risco de Síndrome Metabólica, Diabetes tipo 2, AVC, Infarto do Miocárdio e Morte de Causa Vascular, além de Demência.

Fica, portanto, evidente que substituir o refrigerante adoçado com açúcar pelo refrigerante adoçado artificialmente não é uma boa estratégia porque, além de não evitar a obesidade, síndrome metabólica e diabetes, pode ser nocivo para o nosso cérebro.

O que ficou estabelecido é que as pessoas que abolem/suspendem, definitivamente, o refrigerante (dietético ou não) da dieta leva uma vida mais saudável.

Outro assunto que abordaremos, porque tem certa relação com o assunto anteriormente descrito, é a existência da relação de Atividade Física e Dieta com o surgimento do Câncer.

Evidências encontradas apontam uma grande relação/associação entre a Atividade Física Regular e Sedentarismo com diversos tipos de câncer, incluindo sobrevida e qualidade de vida.

As pessoas que praticam atividade física têm menor incidência de, pelo menos, 10 tipos de câncer, a exemplo do Câncer de Alça de Intestino Grosso, de Retossigmóide, de Endométrio (na cavidade uterina), de Mama e de Próstata. Daí o incentivo para a prática de exercícios físicos seja lá a idade que o/a paciente tiver. Existem exercícios próprios para cada idade das pessoas. O importante é não ficar parado, deitado, sedentário.

O alto consumo de frutas, cereais, fibras e vegetais está relacionado à diminuição do risco de câncer de mama, principalmente se esse hábito for praticado a partir dos 10 anos de idade. Hoje, existem pais que selecionam mais os alimentos dos filhos, orientando, no sentido de que as crianças tenham uma alimentação mais saudável, para que estas não venham criar problemas no futuro, principalmente, a obesidade.

A obesidade foi o fator para aumento de câncer e mortalidade, porque promove um estado inflamatório, caracterizado por pelo acúmulo de macrófagos (células derivadas do leucócito/monócito e que é formada na medula hematopoiética; os monócitos, por sua vez, saem do sangue, atravessando a parede dos vasos sanguíneos, se estabelecendo no tecido conjuntivo onde se transformam em macrófagos/fagócitos e se concentram principalmente no fígado, baço e linfonodos, e estão relacionados com a defesa do nosso organismo) ao redor das células gordurosas/adiposas aumentadas, o que levaria ao mecanismo de gatilho para o aparecimento de células cancerígenas. No entanto, necessita-se de mais estudos que envolvam a prática da Atividade Física e Dieta com mecanismo de Imunidade, Inflamação, Regulações Genéticas e outros fatores biológicos para recomendações seguras sobre hábitos de vida.

O que temos certeza é que devemos praticar atividade física regular e equilibrar a dieta com alimentos saudáveis e em quantidades adequadas. Isso é válido não só para prevenção do câncer, mas também para evitar muitas outras doenças relacionadas à obesidade.

Doutor Cadmo Wanderley  – cadmowanderley@hotmail.com

Print Friendly, PDF & Email
Deixe seu comentário!