Início Locais Há um ano livre das drogas Marcos pede que não o chamem...

Há um ano livre das drogas Marcos pede que não o chamem mais de “Pioleiro”, e sim, de Marcos Antônio

Marcos Antônio vende picolé nas ruas de Patos e comemora um ano sem usar drogas
Compartilhe!

Há um ano o popular Marcos Antônio da Silva Araújo, de 47 amos, conhecido por Marcos “Pioleiro” está em tratamento para tentar superar o vício das drogas e tem conseguido resultados satisfatórios.

Marcos vivia nas ruas de Patos, dormia nas calçadas das lojas. A mudança começou a acontecer quando, no ano passado, após decisão da Comarca de Patos, ele foi internado compulsoriamente para fazer o tratamento contra o vício das drogas no Espaço Inocêncio Poggi, no Complexo Juliano Moreia, em João Pessoa.

O tratamento e o cuidado da família fez com que ele conseguisse deixar de usar drogas. Ele tem feitos grandes esforços no sentido de continuar lutando para que não tenha uma recaída, tem encontrado o conforto e a ajuda da família e há alguns meses vende picolé pelas ruas de Patos. O trabalho lhe ajuda, porque evita ócio, o que diminui a possibilidade de uma recaída, e ainda lhe rende alguns trocados. Ele disse que não tem sentido nenhum desejo de voltar a consumir drogas. Faz um ano que parou.

Marcos agora quer tirar o “Pioleiro” do seu nome e está pedindo às pessoas que passem a chama-lo de Marcos Antônio. “Por favor, não me chamem mais de Marcos Pioleiro, pois o ‘pioleiro’ não existe mais. Peço que me chamem agora de Marcos Antônio”, finalizou Marcos Antônio.

Folha Patoense

Print Friendly, PDF & Email
Compartilhe!
Deixe seu comentário!