Foto: Cinthia Freitas/G1.
Spread the love

O entregador Antônio Gomes Marcelino, 34 anos, estava entregando água em um comércio quando o prédio desabou na manhã desta terça-feira (15), no Bairro Dionísio Torres, em Fortaleza. Ele conseguiu sair com vida e sem ferimentos, mas o colega ficou nos escombros. “Ele não conseguiu sair. Traga notícias dele. Eu nasci de novo. Eu corri, estava na parte embaixo, no comércio de frente”, disse Antonio.

Muito abalado, o homem estava sendo amparado pela mulher e pelo filho.

O Edifício Andréa, que fica no cruzamento da Rua Tibúrcio Cavalcante com a Tomás Acioli, desabou às 10h28 desta terça-feira (15). Uma pessoa morreu e 9 foram resgatadas com vida.

Segundo o Corpo de Bombeiros, 10 pessoas estão desaparecidas. Testemunhas relatam que viram moradores dentro do edifício Andréa no momento do desabamento. Logo após a construção ruir, pessoas foram vistas correndo para longe do condomínio.

O primeiro ferido no desabamento do prédio residencial foi resgatado por volta de 11h. O jovem de 20 anos Fernando Marques foi socorrido por uma ambulância do Serviço Móvel de Atendimento e Urgência (Samu).

No momento em que a ambulância estava saindo houve um tumulto, pois os parentes queriam conversar com o jovem.

G1 CE

Deixe seu comentário