Início Locais Parada cardíaca: após curar-se da Covid-19, advogado e empresário patoense morre em...

Parada cardíaca: após curar-se da Covid-19, advogado e empresário patoense morre em Campina Grande, onde estava internado há 55 dias – mais informações

O advogado e empresário patoense Manoel Barros da Cruz, de 76 anos, faleceu na manhã de hoje (24) por volta das 09h:00min, na Clínica Santa Calara, localizada em Campina Grande-PB, onde estava internado desde o último dia 10 de dezembro de 2020, depois de atestar positivo para COVID-19. Segundo informações da família ele já estava curado da doença, mas por conta de algumas comorbidades, precisou permanecer internado. Ex fumante, a doença provocou problemas respiratórios e ele precisou ser intubado. Durante o período em que esteve internado sofreu duas paradas cardíacas, mas apesar das comorbidades, dentre elas, também a diabetes, Manoel Barros, mesmo respirando através de ventilação mecânica, apresentou melhoras no seu quadro clínico e, até a semana passada, havia expectativa de que ele recebesse alta. No entanto, hoje de manhã sofreu mais uma parada cardíaca, não resistiu e morreu vítima de infarto.

Membro e fundador da Loja Maçônica Dionísio da Costa, localizada na Rua Carlos Dantas Trigueiro, 458, no Bairro Jd. Europa, em Patos, Manoel Barros deixa a esposa Dona Eulina Ana Barreto Barros e os filhos Theudas Barros (médico) e Tibério Barros (fisioterapeuta).

A família ainda não informou o horário do sepultamento. “Como ele já não tinha mais Covid, estamos analisando a possibilidade de o corpo ser velado na Loja Maçônica Dr. Dionísio da Costa de onde sairia para o sepultamento. Mas ainda estamos avaliando essa possibilidade.”, revelou o filho Tibério Barros.

Celio Martinez – Rádio Morada do Sol FM

Print Friendly, PDF & Email
Deixe seu comentário!