Início Gerais Socioeducandos se preparam para o mercado de trabalho na Paraíba

Socioeducandos se preparam para o mercado de trabalho na Paraíba

Seis internos que cumprem medidas socioeducativas no Centro Socioeducativo de Semilberdade participaram de oficinas preparatórias que vão auxiliar na sua inserção no mercado de trabalho.  As oficinas aconteceram por módulos, na própria unidade socioeducativa, e foram instruídas pelo Centro de Integração Empresa-Escola (CIEE) em parceria com o Governo do Estado, por meio da Fundação Desenvolvimento da Criança e do Adolescente ‘Alice de Almeida’ (Fundac)/Serviço Pós-Medida.

Os socioeducandos tiveram quatro encontros semanais que abordaram temas como Conceito de Trabalho, Currículo, Entrevista e Dinâmica em Grupo, Postura Profissional, Imagem Pessoal X Imagem Profissional, Liderança e Trabalho em Equipe, Comunicação e Negociação, Condutas Éticas e Planejamento. O próximo passo é realizar a inscrição no site do CIEE e na elaboração de currículos para aguardarem uma oportunidade por parte das empresas vinculadas ao Centro.

O presidente da Fundac, Flavio Moreira, disse que está “aperfeiçoando os mecanismos para garantir aos egressos oportunidade e facilitar sua integração à sociedade, de forma definitiva e robusta”. A coordenadora do Serviço Pós-Medida, Celyane Souza, disse que as oficinas oportunizaram aos socioeducandos a compreensão das diretrizes constituídas no âmbito do trabalho.

“Eles receberam informações sobre a elaboração do currículo, como saber lidar com a entrevista e como ter uma postura profissional. Isto demonstra a importância da parceria do CIEE com o Serviço Pós-Medida da Fundac em proporcionar meios de como ingressar no mercado de trabalho ao sair da medida socioeducativa, com a finalidade de construir meios que possibilitem pontos positivos no processo de seleção ao emprego formal”, comentou.

SECOM-PB

Print Friendly, PDF & Email
Em cumprimento à Legislação Eleitoral, o portal Folha Patoense não publicará os comentários dos leitores. Voltaremos ao normal logo após o período eleitoral.