Início Saúde Pacientes do Hospital Metropolitano da Paraíba participam de sessão de terapia com...

Pacientes do Hospital Metropolitano da Paraíba participam de sessão de terapia com cães

O Hospital Metropolitano Dom José Maria Pires, unidade gerenciada pela Fundação PB Saúde, recebeu, nesta sexta-feira (12), a terceira visita do projeto Terapet. Ainda na recepção da unidade, os cães terapeutas receberam muito carinho dos visitantes e profissionais que passavam pelo local e não perderam a oportunidade de tirar uma foto com os pets.

O pequeno José Mateus, 7 anos, está internado na enfermaria pediátrica aguardando uma cirurgia neurológica e amou receber a visita dos cachorrinhos. “Gostei de todos os cachorros, eu amei, tirei foto e dei carinho”, contou o menino com um sorriso no rosto. Durante toda a terapia com os cães, José e as outras crianças não pararam de brincar e alisar os animais que correspondiam ao afeto.

A mãe de José, Noeme Silva, 48 anos, agradeceu muito a oportunidade proporcionada ao filho. Para ela, ver o menino e as outras crianças brincando e se distraindo, foi um momento de muita emoção. “Foi muito bom para as crianças verem os cachorros, foi um momento de muita alegria pra elas, porque durante a maior parte do tempo elas ficam aqui em cima da cama, só olhando o celular, então foi algo que mudou realmente o dia delas”, afirmou a mãe do paciente, olhando como seu filho estava bem após a cinoterapia.

Os profissionais que estavam de plantão também não perderam a oportunidade de acompanhar a visita dos cachorros terapeutas e receber esse carinho canino que felicita o dia de qualquer um. Na ocasião, no auditório I da unidade hospitalar, estavam enfermeiras, assistentes sociais, médicos, recepcionistas, psicopedagogos e muitos outros profissionais que chegaram para aproveitar, nem que fosse por alguns minutos, com os cães.

A psicopedagoga da enfermaria e UTI pediátrica, Janielly Fernandes, estava no ambulatório acompanhando os pacientes pediátricos e relatou como essa terapia traz benefícios às crianças que estão internadas na unidade hospitalar. “O projeto é muito interessante, porque ele vem para dar essa vontade de se recuperar e voltar para casa aos pacientes e essa empolgação das crianças ajuda muito na recuperação delas. É uma terapia, elas abraçam, dão carinho, tem algumas crianças que gostam muito de animais, então essa expectativa que elas criam e esse aconchego que é proporcionado é importante para os pacientes”, pontuou a psicopedagoga que também aproveitou para dar e receber um pouco de carinho dos pets.

A voluntária Valéria Sitonio participa do projeto com sua cachorrinha Shih Tzu chamada Keka e ficou muito feliz em ver como a Keka transformou o dia dos pacientes do Metropolitano. “A Keka é muito dócil e carinhosa, ela toma banho antes de todas as visitas, recebe acompanhamento de um veterinário e está com todas as vacinas em dia. Tomamos todos os cuidados necessários para que esse momento seja tão feliz quanto seguro para os pacientes”, ressaltou a voluntária.

SECOM-PB

Deixe seu comentário
Print Friendly, PDF & Email
Comente e compartilhe!