Início Perfil Patoense corre 12 quilômetros por dia, e isso há mais de 20...

Patoense corre 12 quilômetros por dia, e isso há mais de 20 anos

Moura correndo na Alça Sudeste

Ele tem 46 anos e é natural de Patos. Seu nome é Francisco de Assis Moura de Queiroz, mas todos o conhecem por Moura. Trabalha como auxiliar de serviço na Unidade de Saúde Domiciano Vieira, no Jardim Guanabara. É solteiro, vive com a mãe, uma tia, um sobrinho, e a cadela Vitória.

Moura é conhecido na cidade pelo fato de que todos o encontram correndo pelas ruas. Ele não tem nem nunca teve pretensões esportivas no sentido de concorrer a prêmios, nunca quis participar da São Silvestre, mas está ‘sempre’ correndo e, só mais recentemente, passou a pedalar também. “Eu apenas corria, não pedalava, mas depois de um problema no calcanhar, passei a pedalar também. Na semana corro quatro dias e pedalo três, mas sempre a mesma distância, ou seja, em torno de 12 quilômetros por dia”,  diz ele.

Há mais de 20 anos ele corre pelas ruas de Patos. Até 2015 ele corria 18 quilômetros por dia, hoje corre 12: Sai da sua casa, na Rua Leôncio Wanderley, nas proximidades do antigo Rei das Tintas, corre pela Rua Pedro Firmino, passa em frente ao Ginásio O Rivaldão, chega até a Alça Sudeste e a atravessa toda, passa pelo Santo Antônio, corre pela Rua Elias Asfora, na Maternidade; volta pelo Prado, e assim faz esse grande percurso em impressionantes 50 minutos. Corre rápido.

Moura às vezes corre pela manhã, às vezes corre pela tarde e às vezes corre duas vezes ao dia, pela manhã, por volta das cinco horas, e no fim da tarde. “Nunca vi esse rapaz andando nem parado, só o vejo correndo”, disse uma mulher que sempre passa por ele na Alça Sudeste.

Moura disse que raramente fica doente. “Nem lembro quando foi a última vez”,  e disse que as pessoas quando o encontram dizem que gostaria de imitá-lo e correr tanto quanto ele corre: “É só começar e ir aumentando a distância aos pouquinhos”, responde.  

Ele também é fã de futebol: “Torço pelo Vasco e por todos os times que jogam contra o Flamengo, mas o que eu gosto mesmo é dos esportes individuais, como o ciclismo e a corrida”, disse ele, e acrescentou “Correr é saúde, felicidade e paz”.

Folha Patoense – folhapatoense@gmail.com – 99974-0076

Print Friendly, PDF & Email
Deixe seu comentário!