Spread the love

O velório do jovem Leandro Salviano Félix, conhecido como Léo, de 23 anos (faria 24 no próximo dia 11), acontece na Rua Rosa Figueiredo, s/n, no Bairro da Maternidade, em Patos, em frente ao Mercadinho do Boni; e o sepultamento acontece às 16 horas deste domingo, 06, no Cemitério São Miguel, no Belo Horizonte, em Patos.

Léo era homossexual e levava uma vida bastante sofrida. Segundo a família, as más companhias o levaram a ser usuário de drogas. Ele era visto às vezes trabalhando como flanelinha no Mercado Público de Patos. Na adolescência trabalhou como sapateiro. Também vivia pedindo dinheiro às pessoas nas ruas de Patos. “Ele perdeu a mãe quando era criança e ficou com o pai, que não tinha condições de sustentar ele e os demais filhos. Sem amor, sem teto, caiu no mundo das drogas. Inclusive minha avó criou três das irmãs dele. Lamentável a situação. Éramos vizinhos quando crianças”, disse Jéssica Pergentino, amiga da família.

Léo foi morto com uma facada no pescoço na tarde deste sábado, 05, próximo ao Mercado de Patos.

A polícia prendeu um suspeito do crime.

 

Folha Patoense – folhapatoense@gmail.com

 

 

 

Deixe seu comentário