Início Locais “A gente não sabe o que vai acontecer”, diz Dona Céu ao...

“A gente não sabe o que vai acontecer”, diz Dona Céu ao lado do seu esposo sobre possível despejo da casa em que moram em Patos

Compartilhe!

Na manhã desta terça-feira, dia 26, a reportagem visitou a senhora Maria de Fátima Ferreira, de 67 anos, mais conhecida por Dona Céu. Ao lado do seu esposo José Barbosa de Lima Filho, 65 anos, Dona Céu disse que a família está apreensiva, pois existe um mandado de despejo para a casa em que ela mora com seus filhos, netos e demais parentes.

A ordem de despejo foi determinada pela 5ª Vara Mista de Patos, em processo que tramita desde 2.019, por conta de obras de mobilidade urbana na área. No local em que reside a família, a Prefeitura Municipal de Patos pede desocupação para que as obras de mobilidade urbana tenham continuidade. As obras foram paralisadas após o impasse de desobstrução do terreno público ora ocupado por Dona Céu e seus familiares.

A área em que está a residência é pública, mas a idosa e seus familiares estão há quase 100 anos morando no local. Na residência simples, a mãe de Dona Céu também morava e ao passar dos anos, a residência de taipas foi se adequando às necessidades e se expandindo.

Boatos são de que a ordem de despejo já se encontra em processo de execução. Outras pessoas relatam que a obra de mobilidade irá atender às suas necessidades sem que seja preciso retirar a família, mas não existe nada oficial que confirme as informações que circulam com a idosa.

A Prefeitura Municipal de Patos, através da sua Procuradoria, também não se manifestou publicamente sobre a ordem de despejo. Nos autos do processo, o poder executivo disse que na época foi oferecida uma residência para a família, no entanto, não existiu acordo por parte de Dona Céu que relatou inviabilidade de local e de espaço para abrigar todos que atualmente estão na casa. Sem acordo, o processo foi julgado e o poder judiciário determinou o despejo.

A família ainda pensou em fazer uma campanha tal qual houve com o casal idoso residente no Terreiro do Forró, mas ainda estão esperando saber do despejo da ordem de despejo. O casal de idosos no Terreiro do Forró arrecadou mais de 170 mil reais em uma campanha nas redes sociais.

Enquanto a ação judicial não é executada, a família de Dona Céu permanece na aflição e esperando que dias melhores possam surgir.

Jozivan Antero – Polêmica Patos

Deixe seu comentário
Print Friendly, PDF & Email
Compartilhe!