Início Locais MPF vai investigar FUNDAP por supostas irregularidades no repasse de recursos da...

MPF vai investigar FUNDAP por supostas irregularidades no repasse de recursos da Lei Aldir Blanc

Patos (Imagem: Júnior Macena/TV Contexto)

O Ministério Público Federal na Paraíba, através do procurador Djalma Gusmão Feitosa, abriu inquérito civil para investigar irregularidades no repasse de recursos federais da Lei Aldir Blanc por parte da Fundação de Cultura de Patos (FUNDAP), órgão vinculado à Prefeitura de Patos.

Criada em 2017, a Fundação era presidida por Marcelo de Lima Bernardo, que foi exonerado pelo prefeito de Patos, Nabor Wanderley (Republicanos), em fevereiro deste ano após denúncias de irregularidades a exemplo da prática de rachadinha.

Atualmente, o órgão é presidido por José Francisco de Sousa (Zeca), ocupante do cargo de secretário de Esporte, Cultura e Turismo, e que responde interinamente pelo cargo.

O lançamento do edital da Lei Aldir Blanc pela FUNDAP, que teve como função auxiliar financeiramente artistas e empresas culturais durante a pandemia, ocorreu em abril de 2020, sob a presidência do hoje exonerado Marcelo de Lima Bernardo.

Confira:

Feliphe Rojas – PB Agora

Print Friendly, PDF & Email
Em cumprimento à Legislação Eleitoral, o portal Folha Patoense não publicará os comentários dos leitores. Voltaremos ao normal logo após o período eleitoral.