Compartilhe!

O Governo da Paraíba, por meio da Secretaria de Estado da Saúde (SES) e do Laboratório Central de Saúde Pública (Lacen-PB), realizou nesta sexta-feira (26) uma solenidade em comemoração ao primeiro ano de implantação da unidade descentralizada do sertão. A agenda ocorreu no Auditório Master do Sebrae, em Patos, e contou com a presença de gestores de saúde e profissionais do serviço da 3ª Macrorregião de Saúde.

Implantada inicialmente para qualificar as amostras para o diagnóstico de Covid-19 e diminuir as distâncias entre os 89 municípios que integram a 3ª Macro e o laboratório localizado em João Pessoa, o Lacen do Sertão tem um importante papel na regionalização da saúde. A descentralização do serviço apresentou resultados importantes para a região, garantindo a viabilidade de coleta das amostras, impactando também no tempo de respostas das análises executadas no Lacen.

O secretário de Saúde, Jhony Bezerra, destacou a importância de descentralizar os serviços da capital e levar para o Sertão e Alto Sertão. “Essa é uma característica do melhor momento da saúde que a Paraíba vive hoje.O Lacen Sertão veio para somar esforços com os municípios da 3ª Macro para ofertar à população do Sertão e Alto Sertão o que  existe de mais moderno em medicina laboratorial voltada às ações de saúde pública”, pontuou.

O diretor geral do Lacen-PB, Bergson Vasconcelos, afirmou que frente ao exitoso equipamento implantado, houve a oportunidade de descentralizar alguns diagnósticos estratégicos para a região, tais como: investigação de tuberculose, por baciloscopia, cultura e teste molecular; acompanhamento do tratamento de PVHIV/Aids com a implantação da Contagem de Células CD4; Diagnóstico de Malária e Chagas. Além da oportunidade de acesso rápido e contínuo aos exames ofertados pelo Lacen-PB, os gestores municipais ainda têm acesso ao Painel de Informação por Agravos do Lacen-PB, através do site: https://lacen.pb.gov.br/, onde conseguem dados sobre vigilância laboratorial, em tempo real, de todas as amostras enviadas peles serviços vinculados às Secretarias Municipais de Saúde.

“Como perspectiva futura está a descentralização dos diagnósticos de Filariose, Leishmaniose Visceral Canina e Humana (LVC e LVH); Hanseníase; e Carga Viral para pacientes em tratamento de Hepatite C e HIV/AIDS”, completou.

A solenidade comemorativa contou também com a entrega de certificados de reconhecimento e de desempenho da unidade. A programação teve início na quinta-feira (25) com a realização de oficina sobre a Vigilância Laboratorial no Sertão e Alto Sertão da Paraíba e capacitação sobre Coleta, Acondicionamento e envio de Amostras ao Lacen Sertão e atualização em Cadastro de Requisições nos Sistema de Gerenciamento Ambulatorial – GAL, nos módulos Biologia Médica e Biologia Animal.

SECOM-PB

Deixe seu comentário