Início Locais Patoense é condecorada com honraria máxima pelo Conselho Federal de Farmácia em...

Patoense é condecorada com honraria máxima pelo Conselho Federal de Farmácia em Brasília

Nessa quinta-feira , dia 13/06, a paraibana Bagnólia Araújo Costa, filha do topógrafo aposentado Bento Firmino da Silva e Juraci Araújo da Silva (recentemente falecida), recebeu em Brasília- DF pelo Conselho Federal de Farmácia uma Comenda ao Mérito Farmacêutico. Essa, por sua vez, é a maior honraria que um profissional Farmacêutico pode receber no Brasil. Todos os anos se escolhe um farmacêutico por estado. Este ano a patoense, vinda do ensino público, de família humilde, foi a escolhida .

“Eu estou muito, mas muito feliz e emocionada por esse reconhecimento. Sabe quando você tem a certeza que fez a escolha profissional certa? E que exerce essa profissão com compromisso e ética? Pois bem, tudo isso foi coroado com essa Comenda. Eu devo toda essa honraria ao meu pai, e principalmente à minha mãe (in memoriam) por todos os sacrifícios à mim destinados durante a minha vida estudantil/acadêmica. Mãe se sacrificou no que pôde para me dar algo além do dinheiro que pai poderia me mandar para eu estudar na UFPB em João Pessoa. Eu passava o ano inteiro com um par de tênis. Eu não tinha dinheiro pra fazer um só lanche. Dependia do Restaurante Universitário para comer. Pai só pôde comprar um único livro pra mim. Eu dependia dos livros emprestados dos outros colegas e da Biblioteca Central da UFPB. Sofri muito preconceito por vim da Escola Pública, dentre 40 alunos ‘feras’, eu e outro colega de Patos éramos os únicos que tinham vindo do ensino público e sofri preconceito por isso. Ninguém queria fazer trabalho em grupo comigo, porque achavam que eu não tinha capacidade. Quando saíram minhas primeiras notas, muitos se chegaram. Resultado: eu terminei o curso como a melhor aluna da turma! Como professora sempre busco valorizar o meu aluno, o qualitativo está acima de notas, para mim o quantitativo vem como complemento do resultado. Que eu continue sendo lição para meus colegas farmacêuticos da Paraíba e do Brasil”, disse a professora Bagnólia Araújo Costa,  Ph.D em Biologia Molecular pela Universidade Federal de São Paulo e que exerce as suas atividades profissionais em João Pessoa.

Folha Patoense – folhapatoense@gmail.com

Print Friendly, PDF & Email
Deixe seu comentário!