Início Esportes Copa do Mundo, Chile pede exclusão do Equador: “Eles colocaram em campo...

Copa do Mundo, Chile pede exclusão do Equador: “Eles colocaram em campo um Colombiano”

Compartilhe!

O Chile entrou com um recurso na FIFA sobre a suposta posição irregular do jogador equatoriano Byron Castillo, que supostamente tem uma certidão de nascimento falsa. Segundo a denúncia, ele teria mais três anos e seria colombiano: foi solicitado o cancelamento dos pontos obtidos com Castillo em campo, o que levaria Roja a disputar uma vaga para a Copa do Mundo. Resposta do Equador: “Nós legitimamente nos qualificamos”

Um embate jurídico em vista da Copa do Mundo de 2022 no Catar: é o que Chile e Equador se preparam para vivenciar. No centro está a posição de Byron Castillo, futebolista equatoriano que, segundo a denúncia apresentada pelo Chile, teria apresentado uma certidão de nascimento falsa: teria nascido em uma data diferente da conhecida e o teria feito na Colômbia e não no Equador. 

Segundo o Chile, que apresentou documentos também verificados pelo New York Times, Castillo não apenas nasceu na Colômbia, mas também três anos mais velho do que os indicados nos documentos usados ​​para identificá-lo como equatoriano. “Enviamos uma denúncia à Comissão Disciplinar da FIFA contra o jogador Byron David Castillo Segura e a Associação Equatoriana de Futebol, por uso de certidão de nascimento falsa, declaração falsa de idade e nacionalidade falsa do jogador. Há inúmeras provas – lê-se – que o jogador nasceu na Colômbia, na cidade de Tumaco, em 25 de julho de 1995, e não em 10 de novembro de 1998, na cidade equatoriana de General Villamil Playas”.

Chile: “O mundo do futebol não pode fechar os olhos”

O pedido do Chile, que não se classificou ao terminar em sétimo no grupo, é conceder três pontos aos adversários equatorianos em cada uma das oito partidas de Castillo pelas eliminatórias para a Copa do Mundo de 2022. Uma dinâmica que redesenhou a classificação e obrigaria a seleção equatoriana a ceder o quarto lugar – que hoje vale o passe direto para o Catar – para o Chile. “O mundo do futebol não pode fechar os olhos para tantas provas” é o pedido da Federação Chilena de Futebol. Apesar de Roja ter ficado atrás do Peru (quinto, tudo será disputado no playoff contra o vencedor do playoff da Ásia entre Emirados Árabes Unidos e Austrália) e Colômbia, Castillo nunca jogou contra essas duas nações, que, portanto, não ganharam qualquer vantagem na classificação. Já o Chile, que já enfrentou o Equador duas vezes com Castillo em campo, ganharia 5 pontos. A Associação Chilena de Futebol também pretende apontar um precedente recente em outro esporte para sustentar seu argumento. O da Espanha, desclassificado da Copa do Mundo de Rugby em 2023 depois de perder pontos por ter colocado em campo um jogador que não pode ser usado em dois jogos. E você? Já fez suas apostas da copa do mundo na 22Bet hoje?

Resposta do Equador: “Nós legitimamente nos qualificamos”

A Fifa confirmou que recebeu a denúncia do Chile na quinta-feira, mas disse que não comentaria o caso. A Federação Equatoriana de Futebol, por outro lado, respondeu às acusações do Chile, também marcando a conta oficial da seleção chilena no Twitter: “Rejeitamos veementemente os falsos rumores sobre Castillo – explica uma nota – que afirmava ser cidadão Rejeitamos categoricamente qualquer tentativa por parte daqueles que tentam evitar nossa participação na Copa do Mundo no Catar, que foi legitimamente obtida em campo “.

Deixe seu comentário
Print Friendly, PDF & Email
Compartilhe!